sexta-feira, fevereiro 24, 2006

E depois não querem que eu ressone....



LEITURA DO EXAME MÉDICO:
Hipertrofia do sub-sistema bolhoso etmoidal Dtº, com volumosa bolha etmoidal e Agger-Nasi. Destas alterações resulta estreitamento distal do infundíbulo, não se verificando no entanto alterações inflamatórias valorizáveis das cavidades anexas. Ligeiro espessamento circunferencial da mucos a que reveste o antro maxilar esqº, admitindo-se a existência de pequeno quisto de retenção no recesso alveolar. Muito fino espessamento mucoso frontal à esqª, estando relativamente preservada a permeabilidade do restante conjunto sinusal perinasal.
Fossas nasais permeáveis, com cornetos de normais dimensões, definido-se ligeiro desvio armonioso esqº do septo nasal, sem cristas ósseas associadas.

Sem alteração do cavum faríngeo.
Calcificações distróficas da região amigdalina dtª.


Dá para perceber, não dá?!?!

Bom Fim de Semana!

terça-feira, fevereiro 21, 2006

Nitidez

Aos poucos, os contornos ficam mais nítidos e tudo começa a ganhar corpo (esta parte, é a que mais me agrada ;))

Como bem sabemos, a expectativa que criamos à volta de uma determinada viagem, torna-se, ela própria, uma outra viagem. Na maioria das vezes, muito mais prazenteirosa e, obviamente, imaculada, sem atrasos nem malas perdidas, máquinas fotográficas avariadas ou vigarices ao virar da esquina.

Não sendo, para tal, absolutamente necessário sair do nosso próprio país, viajar é fundamental para podermos conhecer o Outro, o que pensa e como reage, não (apenas) numa perspectiva antropológica, mas principalmente como auxiliar de referência e, subsequentemente, de relativização. Nós só sabemos o que somos, sabendo o que os Outros são, comparando-nos, interagindo. Viajar para fora é a melhor oportunidade de viajar para dentro.

Na viagem, também o Tempo generosamente se expande e ganha uma dimensão quase profética. De repente, parece até que ganhamos capacidades extra-sensoriais, porque nos conseguimos observar observando.



Viajar, torna-se assim um acto de entrega, de esperança e, sobretudo, de crença.

segunda-feira, fevereiro 20, 2006

Lá que se traduza...



... "Daddy Bear", por Urso Papá, ainda é compreensível,
agora por "Papa Urso" é que não!!!

quinta-feira, fevereiro 16, 2006

Ai Março, Março!

Sou "obrigado" a ir de férias em Março! É verdade! Sou obrigado porque corro o risco de as perder, senão as gozar até 31 de Março! Claro que as preferia juntar às deste ano e ter 8 semanas longe das obrigações quotidianas, mas...



Estou a pensar em ir cerca de duas semanas até à terra dos Romanos, dos Fiorentinos e dos Venezianos. Falta-me ainda decidir quanto ao "poiso", em cada uma das cidades, dado que não moro em Odivelas e também não lá fui registar o Euromilhões!

Já sei que me vou empanturrar de Pasta, Anti-Pasta, Grappa, Anti-Grappa, Papá e Anti-Pápa!!! (got the "nuance"?)

Alguma sugestão?

quarta-feira, fevereiro 15, 2006

des-hibernar?



Não sei se será a proximidade da Primavera ou o facto de ir amiúde descobrindo sites que referem este blog como "visitável", o que me faz espreitar para fora da Caverna...

Para já, tento despertar da ausência.